Leandro Cunha – Topo

Do pesadelo ao sonho de uma influencer Mãe

Por Simoní Rodrigues

Vanessa com seu filho Pietro

Vanessa com seu filho Pietro/Divulgação

Entrevistamos a Vanessa Andrade do Instagram @blogvanessaandrade, idealizadora do Evento ‘Encontro de Blogueiros RJ’ @encontrodeblogueirosrj, e ela nos contou como ela foi ‘parar’ na internet, confira!

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Vanessa, obrigada por aceitar falar conosco, é muito importante que as pessoas leiam que por trás de grandes vitórias, existem também grandes desafios!

Vanessa: Obrigada por todo carinho e acolhimento, me sinto muito amada toda vez que falo com vocês. Deus sempre me presenteia com pessoas do bem.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Como você entrou no universo da internet, foi acolhida pelos seguidores, em que ano começou?

Vanessa: Para responder essa pergunta preciso contar um breve testemunho:

“Sempre gostei de redes sociais, eu tinha o Instagram mas não postava nada, só ficava olhando as fotos dos outros. Em 2010 tive minha primeira gravidez e também um aborto, precisei internar para fazer curetagem e foi aí que toda a minha história de esterilidade começou, tive muitos altos e baixos, muitos nãos. Sofri violência obstétrica desde o momento que dei entrada no hospital e na sala de curetagem onde eu estava vulnerável, foi onde mais fui violentada, física e verbalmente.

A cada teste de gravidez, cada consulta médica era um não MAIS DOLOROSO QUE O OUTRO, ATÉ O DIA QUE OUVI CLARA E LENTAMENTE:

– VOCÊ É ESTÉRIL. Fiquei deprimida, desmotivada, frustrada, mas decidi crer que tudo era questão de tempo, ACREDITEI NO TEMPO DE DEUS, NO SEU PROPÓSITO, EMBORA TENHA SIDO MUITO DOLOROSO ESPERAR 11 ANOS, EU NUNCA DEIXEI DE CRER. “ ESPERAR DÓI, MAS TE AMADURECE”. Diariamente meu esposo declarava sobre meu útero a seguinte frase:

– Você vai gerar filhos, útero receba vida em nome de JESUS, ah que nome poderoso.

Sou evangélica, então toda a minha Igreja sabia do meu desejo e fizeram campanha por mim, eu e meu esposo orávamos diariamente, por 11 anos pedindo filhos ao Senhor.

Eu tinha episódios repetidos de crises, (dor no útero) que levava mensalmente a emergência, muita vezes chegava desmaiada, porém nada era descoberto, um dia cansada de tudo isso, frustrada, inchada de tanto chorar, orei ao Senhor da seguinte forma:

– Pai, eu não vou mais fazer nenhum teste, se tu me amas de verdade (que pergunta tola né rs rs rs) não me deixa mais criar expectativas, eu quero descobrir a gravidez e ficar surpresa, um dia quero passar mal e descobrir que é um bebê e não crise de dor no útero.

E foi EXATAMENTE assim que eu descobri a gravidez de Pietro… em 2016

Mediante ao aborto anterior precisei repousar os três primeiros meses e foi aí que comecei a dar vida ao Instagram, sem nenhum foco ou pretensão, porém eu precisava me distrair rs

Conheci o mundo das vizinhas de Instagram, as blogueiras com nicho sobre rotina do lar e amei.

Passando meu repouso eu comecei a fazer lives de barriga de fora e sempre iniciava dançando rs

Então criei o grupo de vizinhas @instaamigas2017 hoje com novo nome @influenciadoras_do_lar ali e no meu ig pessoal eu fazia os vídeos e todos os seguidores passaram a acompanhar minha rotina de grávida até o dia do parto do Pietro, onde vivi outra experiência de violência obstétrica, fui induzida ao parto normal por 29 horas tomando ocitocina na veia, meu filho nasceu em sofrimento, ficamos 7 dias internados mas glórias a DEUS estamos muito bem.

Na mesa de parto foi descoberto a endometriose uma das causas da dificuldade de engravidar.

Em casa de volta a rotina conheci um evento de blogueiras fora do RJ, acompanhei por mais de um ano o evento com desejo de participar, um belo dia percebi que eu havia sido bloqueada pelo ig do evento,  ESSE BLOQUEIO FOI UM BELO NÃO PARA O MEU DESEJO DE IR, ENTÃO DECIDI TRANSFORMAR O NÃO EM OPORTUNIDADE comecei a pesquisar eventos semelhante no Rio e não achei nenhum, foram semanas de pesquisas, FOI AÍ QUE EU TIVE A GRANDE IDEIA DE FAZER UM ENCONTRO de BLOGUEIROS NO RIO, tivemos a primeira edição em 12/01/19 no Frames Recreio e a segunda agora dia 27/10/19 no Rio Othon Palace em Copacabana.

 

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Como você se vê na internet, influenciadora, mãe que está na internet e quer transformar a vida de outras mães ou quer fazer da internet seu trabalho?

Vanessa: Não entendo que estou na rede social à toa, existe um propósito, me vejo com influenciadora sim e como mãe, falo da minha história e com isso alcanço outras tentantes. Muito mais que criar conteúdo eu busco me relacionar, viver o #ubuntu (lema do meu evento) – Somos o que somos, porque todos nós somos. Gente precisa de gente para ser gente. Nunca pensei em viver da internet, acho possível mais tenho pé no chão.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Como você corre atrás das parcerias, você monetiza as parcerias, usa o @ como moeda de troca?

Vanessa: Vejo minhas parcerias como portas abertas, oportunidades e sou muito grata a cada uma delas. Eu nunca busquei parceria pessoal, sempre busquei parceria para o grupo, o evento, com o caminhar das coisas eu recebi alguns convites e fiz algumas propostas. Sim já monetizei algumas parcerias por opção do próprio parceiro. Não uso o @ para me beneficiar, até porque eu nem tenho números para isso rs ….Porém acho que tudo deve ser usado com cautela, tudo que é robotizado perde a essência.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Você pretende ficar somente no Instagram ou quer ir para o youtube?

Vanessa: Acredito que tudo tem o seu tempo e não entendo que o meu tenha chegado ainda rs. Talvez por falta de iniciativa mesmo rs

Fiz um vídeo e publiquei no you tube,  eu queria honrar o Saulo do @sauloalencar_rj (cabelereiro incrível), sempre acompanhei o trabalho dele, eu já o admirava muito então quando fiz a proposta de transformar meu cabelo e ele aceitou foi muito gratificante.

Sou loira natural porém meu cabelo estava mega manchado de tantas tentativas frustradas de mudar, então mediante algumas mudanças internas eu queria mudar meu cabelo e deixar ele dizer o que estava acontecendo dentro de mim. Foram 8 horas de transformação e ele sempre sorrindo, educado, atencioso ele ama o que faz!

Eu decidi filmar pois eu sabia que era muito mais que uma transformação, era algo de dentro para fora, então meu esposo aproveitou para estreiar nosso brinquedinho novo (câmera) e minha amiga e fotografa Denise do @odocelardaflor fez toda a cobertura fotográfica.

Mas não fiz com pretensão de virar youtuber, quem sabe um dia…  rs.. Não vejo nenhum problema nisso acho bem bacana, recebo muito incentivo.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): O que você espera deste 2º Encontro de Blogueiros que você está promovendo, foi difícil conseguir as parcerias?

Vanessa: O encontro é a realização de um sonho pessoal, eu queria ter a oportunidade de participar de um e eu mesma coloquei a mão na massa. Eu espero que ele seja melhor que o primeiro, que seja um dia incrível para cada pessoa envolvida, que os blogueiros participantes saiam felizes com toda a experiência e cada parceiro satisfeito com nosso trabalho.

Está cada vez mais difícil parcerias para eventos do tipo no RJ devido ao grande número de encontros surgindo. Não tenho o que reclamar quanto ao número de parceiros presente no meu, graças ao bom trabalho realizado tenho credibilidade com empresas de todos os portes e tenho ao meu lado parceiros incríveis.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Como foi ir para o Rock in Rio através de parceiros, como é feita a parceria?

Vanessa: Existem diversas formas de conseguir uma boa parceria. Você mesma pode enviar o Mídia Kit para empresas que acredita estar dentro daquilo que é o teu nicho, ou pode ser procurada por agentes de marketing das próprias empresas interessados em divulgar a marca através do teu perfil.

No caso específico do Rock in Rio eu fui convidada pelo grupo Extra/Pão de Açúcar. Já tenho uma parceria bacana com eles desde o primeiro evento em janeiro. Fui apresentada a eles pela minha amiga Denise do @odocelardaflor, que é a organizadora do Lares do RJ, e faz eventos dentro de filiais do Extra. Desde então fechamos parceria para os dois eventos do encontro de Blogueiros do RJ e já fui convidada a participar de campanhas da empresa como: reinauguração de loja, campanha da beleza, Rock in Rio e agora a campanha da Rosadinha.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Você é a favor da compra de seguidores?

Vanessa: Não sou a favor da compra de seguidores. Primeiro porque quero que meu perfil cresça de forma natural, que as pessoas se interessem pelo conteúdo. E segundo porque o que conta para as empresas são os números do alcance que aparecem nas métricas, então de nada adianta ter muitos seguidores e o engajamento baixo.

Simoní (Folha do Rio de Janeiro): Vanessa, obrigada mais uma vez por aceitar falar um pouco da sua história!

Vanessa: Eu que agradeço o carinho de vocês. Se eu puder deixar meu agradecimento, quero dizer a minha mãe Ivone e esposo Lúcio: obrigado por todo apoio, incentivo e suporte. E agradecer com muito amor as embaixadoras deste encontro Fernanda, Andressa, Gisele e Márcia por serem meus dois braços e duas pernas neste projeto, amo vocês!

 

Simoní Rodrigues #VoaBalão #SonhosReais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *