Hinode – 1

Estratégia como? Se tudo anda de pernas para o ar em 2018!

Por Alex Ribeiro

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Estamos no Brasil em pleno 2018, mais uma copa do mundo e, como se não bastasse, depois de uma crise histórica que parou o país, a famosa greve dos caminhoneiros. Achou pouco? Alguma coisa me diz que, além disso tudo, outras coisas complexas também estão acontecendo na sua vida. Pronto, agora temos um cenário interessante para trabalhar!

É justamente assim que começamos a criar uma estratégia para este momento, a partir do entendimento do cenário atual, isso, para que na sequência cuidemos da ansiedade. Seguindo em frente o próximo passo será criar um planejamento que seja real e aplicável no agora, podendo ser aplicado a partir de hoje! Esta estratégia pode servir para qualquer coisa, desde um momento de desemprego até crises financeiras, adapte à sua demanda!

Para começar o básico, o simples mesmo, ver alguns jornais de referência, ler alguns editoriais confiáveis e conversar com pessoas que você considere e respeite. Só assim você poderá melhorar a sua visão do cenário atual. Não importa o quanto você seja antenado e inteligente, sempre alguma coisa irá escapar, sejam informações sejam ideias os outros sempre poderão contribuir com o algo mais!

Pronto, agora vem a parte chata, falar da ansiedade! Nada mais corrosivo e prejudicial do que estar ansioso em momentos de crise, ou durante situações que exijam a tomada de decisões de alto risco. Isto porque a ansiedade nos força a querer encerrar logo o assunto, gastando mais energia (e as vezes muito mais dinheiro) para sair logo daquilo. O que mais acontece é que nem sempre as coisas simplesmente se resolvem, tradicionalmente é preciso tempo para que algumas coisas aconteçam, então, é hora de trabalhar para reduzir a ansiedade. Como? Atuando sobre duas frentes muito importantes, primeiro a parte Física, através de exercícios, hobbies, e atividades em grupo (coral, teatro, grupos de estudo, atividades religiosas, etc…). Em segundo, a parte mental, sendo que várias das atividades físicas sugeridas aqui, se seguidas, já irão ajudar bastante neste aspecto. As dicas principais neste caso são, avaliar a possibilidade de receber Coaching, buscar por apoio na meditação, e a última dica, caso você esteja se sentindo agressivamente afetado pela ansiedade, é procurar por apoio profissional terapêutico através de técnicas cientificamente comprovadas, como por exemplo a Terapia Cognitivo Comportamental, a psicanalise, a psicoterapia, etc…

Agora vem a parte fácil, criar um plano para sair dessa, e neste caso a regra é a mesma do começo, simplicidade! É tão fácil começar que basta pegar um guardanapo branco e uma caneta e começar a anotar agora mesmo! Faça isso vamos lá! Qual o objetivo final de sua estratégia? Porque ela é importante? O quanto você está realmente motivado para fazer isso acontecer? E se não estiver motivado, o que fazer para ficar motivado ainda hoje? Agora que você já anotou a base de sua estratégia, escreva neste mesmo papel três ações iniciais deste planejamento que contenham as seguintes informações: Quem fará? Como será feito? Data, quando será feito? Quanto vai custar? Onde isso acontecerá? E para fechar com chave de ouro ponha os avisos na sua agenda pessoal, para não esquecer de fazer acontecer. Sem entrar em ação nada do que você fez terá valor real, e pode que você se frustre consigo mesmo!

Sobre nosso tema de hoje uma coisa, no final das contas é importante achar a motivação para criar uma estratégia pessoal em detrimento do simplesmente “sair fazendo”, o famoso erro e acerto! Lute contra isso pois irá tomar todo o seu tempo, e atrasar justamente as melhores ações que podem levar você para os resultados que tanto deseja.

Resumindo, mesmo com um cenário turvo e complexo como este do 1° semestre de 2018, sempre haverá uma forma de se planejar e fazer acontecer, então, mãos à obra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *