Anthonia Helayel – Topo

No dia dos namorados, menos dívidas e mais amor, por favor!

Por Tânia Ribeiro

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

-Dia dos namorados chegando…e aí? Já comprou o presente?
Tem muita gente gastando dinheiro para que esse momento seja bacana. Porém, será mesmo que é preciso gastar muito dinheiro para fazer seu namorado(a) feliz?

Digo isso porque tem gente ficando quebrada e as vezes até parcelando em 10, 12 vezes as parcelas do presente, correndo o risco de ficar com o orçamento comprometido por um longo período.

É legal dar presentes e se você conseguir pagar a vista e obter desconto, melhor ainda !
Sabemos que no país todo a data de 12 de junho tem um forte apelo comercial, e é um dos dias que mais movimentam o nosso comércio.

Por conta disso, nesse dia, muitos casais sentem uma forte pressão social para dar presentes.
Uma amiga me contou que onde ela trabalha após o dia dos namorados sempre lhe perguntam.
-E aí, o que ele te deu?

Veja bem, não estou dizendo que não vale a pena você comprar presentes para seu amado (a).
Pelo contrário, sou favorável a celebrar o amor, todo os dias!!

Mas, você precisa fazer compras de maneira consciente, sem detonar seu orçamento. E para quem ainda não comprou o presente da pessoa amada, Também é importante não deixar as compras para última hora. Pois, quando se compra por impulso aumentam as chances de você gastar mais do que pretendia.

Lembre-se que o planejamento antes de realizar a compra e a criatividade para surpreender o(a) parceiro(a) podem ser boas opções para otimizar seus recursos. Principalmente diante do momento econômico, em que o orçamento está mais apertado.

Separei aqui algumas dicas importantes, para que você possa arrasar no amor, sem arrasar sua conta corrente:

  • Pesquise, em vários locais, os preços dos produtos e dos serviços que pretende adquirir, e considere sempre a possibilidade de pagar à vista. Muitas lojas oferecem bons descontos;
  • Pense bem antes de optar por uma compra a prazo, principalmente se for financiado. Compare o preço à vista com o valor total financiado.
  • No caso de optar por parcelar a compra pelo cartão de crédito, verifique se você já possui débitos para os próximos meses. Nesse caso some tudo, verificando se o seu orçamento ainda possui margem para novos débitos. Parece uma coisa óbvia, mas muitos na empolgação, se esquecem de fazer isso.
  • Muita atenção à troca de presente. Verifique a política de troca praticada pela empresa. O Código de Proteção e Defesa do Consumidor garante que o fornecedor só é obrigado a realizar a troca de produto com defeito. Para os casos de numeração, cor e modelo, por exemplo, não há obrigatoriedade por parte do comércio.
  • Cuidado com a compra pela internet. No caso da compra à distância, o consumidor tem um prazo de sete dias contados a partir da data de recebimento para se arrepender da compra.
  • Para a opção por sites de compras coletivas é importante não se esquecer de salvar e imprimir o cupom da compra. Os descontos oferecidos atraem os consumidores, que precisam ficar atentos às informações, como prazos de validade e exigências para o uso.
  • Para os casos de presentear com flores e cestas temáticas, solicite a confirmação da entrega e exija nota fiscal ou recibo. Identifique o dia e horário da entrega e em caso de divergência reclame com o fornecedor.

Tomando esses cuidados, você certamente vai poder comemorar de uma maneira inesquecível, dando valor ao que é essencial.

E nunca é demais lembrar: Presente caro, não é sinônimo de melhor presente!

Manifestar cuidados, carinho, afeto diários e acima de tudo estar “presente” na relação, são ingredientes fundamentais para construir uma relação amorosa feliz.

Assim, desejo á todos os enamorados muitas felicidades nesse dia tão especial! Que o foco da comemoração esteja principalmente no amor, e acima de tudo na parceria!!

 

Biografia - Tânia Ribeiro

Tânia Ribeiro é Administradora por formação, Empresária, com forte experiência no mercado financeiro. É Coach, especialista em Finanças Pessoais, Empreendedorismo e também em Psicologia Positiva. Coautora do livro “Transformando motivação em hábito” e colunista do Jornal Folha do Rio de Janeiro.
Atua também como gestora voluntária da ONG internacional UNIPAZ-SC.
Mora em Florianópolis, é fotógrafa nas horas livres, apaixonada por desenvolvimento pessoal e por todas as formas de autorrealização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *