Conquista Editora – Topo

Seja forte sem deixar de ser mulher

Por Katia Nascimento

smile-1485850_960_720

Eu amo ser mulher! Amoooooooooooooo.

Embora eu acredite do fundo da minha alma que todo dia é o dia da mulher, é importante ressaltar que hoje é um dia para que possamos olhar para dentro de nós mesmas e observarmos o quanto temos que avançar como pessoas, como mulheres.

Eu vejo uma infinidade de mulheres na liderança, confundindo ter igualdade com masculinização. Não, não estou falando de aparência (pois estamos a cada dia mais lindas, mais poderosas), estou falando do feminino.

Precisamos voltar o olhar para quem somos e aproveitar desta condição. E não querer ser um homem de saia (ou de calça – De preferência com um corte maravilhoso que valorize cada curva do teu corpo rs).

Nós somos mulheres! E sim, somos sensíveis! Mas olha, não confunda sensibilidade com fraqueza. Somos fortes “pra” caramba. Somos mulheres poderosas e guerreiras. Mas também somos cuidadosas (temos o cuidado gravado na nossa pele), somos sensíveis e temos um olhar mais amplo. Caracaaaaaaaaaaaaaaa somos muito “TUDO DE BOM!”.

Que tal então aproveitar desta força e se jogar na vida. Que tal aproveitar todo este arsenal (que só você tem) e usar a energia vital da criação (que só uma mulher tem) e criar mais projetos, mais propostas, mas conexão, mais poder?

Eu acredito na conexão. É exatamente esta conexão que gera impacto para a sua vida e para a vida das pessoas à sua volta. Meu convite hoje é para você cuidar de você de uma forma especial. Parar de tentar liderar com agressividade e força excessiva e começar a liderar com amor, cuidado e sensibilidade. Usar a sua essência a seu favor. Simples assim!

Se você já se esqueceu de quem é, está na hora de relembrar. Está na hora de se colocar em movimento e aprender a conviver com esta mulher linda de bonita que existe aí dentro e que você se esqueceu. Passou da hora de promover este encontro de você com você!

O que eu reparo nas minhas clientes é que elas levam a vida de uma forma pesada querendo ser quem não são para agradarem a todos e não perderem, segundo elas, a autoridade. Mas aí eu sempre pergunto: Que autoridade?

Quer ser respeitada, sendo quem não é?

Perdendo a sua essência?

Gerando muitas vezes medo e rancor nas pessoas?

Estranho isto. O mais interessante, é que a maioria nem percebe que comprou um lugar que não a cabe. Chega cansada, morta, destruída em casa e nem sabe por que.  Afinal, Kátia, não faz sentido. Eu amo o meu trabalho.

Eu sei disso. Claro que ama. Senão não faria tanto esforço para se encaixar. O convite hoje, portanto, é que você se ame e se cuide mais. Que você possa ser mais luz do que espada.

Escolha. Escolha ser diferente. Escolha ser feliz. Escolha se amar!

Eu posso te garantir que as portas de um novo mundo se abrirão para você e você será muito mais leve e feliz!

Ahhhh tem vídeo novo no youtube, veja lá e aproveita e siga o canal.  Clique aqui para ver o vídeo.

Clique aqui para ler outros textos da coluna.

Grande beijo.
publicarjornal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *