Cinemark – 2

Você sabe “para que serve” um Fonoaudiólogo?

Por Katia Nascimento

Foto Pixabay

Foto Pixabay

As dúvidas sobre o que o profissional da fonoaudiologia entrega é frequente. Muitas pessoas, até hoje, acreditam que o fonoaudiólogo é aquele profissional que “ensina a criança a falar direito” (risos). Até é, mas não é apenas isto, embora também seja uma visão equivocada, visto que o fono não ensina, TREINA. E você? sabe “para que serve” um Fonoaudiólogo?

Então, além de treinar a criança a falar do jeitinho correto, com exercícios que irão posicionar a linguinha dela no ponto de articulação correto, ou ajudá-la a vibrar a linguinha para vibrar o “R”, bem como outros sons que precisem de vibração, o fonoaudiólogo pode ajudar o mundo com diversas outras questões de saúde e qualidade de vida.

Nesta nova coluna, que será entregue a vocês toda a segunda sexta do mês, eu vou escrever sobre várias questões práticas da fonoaudiologia que irão te ajudar no seu dia a dia a ter mais saúde e qualidade de vida no que tange os objetos da Fonoaudiologia. Escolhi Dezembro para inaugurar a coluna, pois no dia 09 de Dezembro comemoramos o Dia do Fonoaudiólogo!

O fonoaudiólogo atua em diversos segmentos, tais como, no hospital ajudando no gerenciamento da linguagem do paciente que perdeu esta função e deixou de entender ou expressar a sua comunicação. Na disfagia, que vem a ser a dificuldade de se alimentar depois de alguma patologia que tenha afetado a parte do cérebro que coordena esta deglutição. Como acontece isto? A epiglote (que é um pedacinho da gente que cobre a entrada do pulmão quando vamos engolir) falha, e a comida desce para o pulmão, causando um sufocamento ou uma pneumonia por broncoaspiração (e quem reabilita esta função é o fonoaudiólogo).

Na linguagem, pode-se observar, outros segmentos, que também precisam ser cuidados, como por exemplo, os estudantes com problemas de aprendizagem, ou empresários e quem quer se comunicar melhor. A linguagem é o objeto que cuida da atenção, foco, raciocínio, organização de pensamento, memória, dentre outros. Esta pode ser reabilitada, mas principalmente (e eu aconselho fortemente), aperfeiçoada.

Aí temos a voz, onde pode ser reabilitada uma lesão, tipo os famosos “calos nas cordas vocais”, que na verdade são nódulos, e é o fonoaudiólogo (a) o profissional responsável para promover esta reabilitação… O FONOAUDIÓLOGO!!!! Dentre outras patologias que afetam a sua prega vocal.

Mas como em outros casos, o aperfeiçoamento e a prevenção aqui é o mais importante. Se você é  um profissional que usa a sua voz com muita frequência, o cuidado com a sua voz se faz mais que necessário. Cuidados com a sua voz, diminui ou exclui o risco de vir a ter um dos problemas mencionados acima.

Imagine-se como um atleta: Se você faz um uso intenso da sua voz, a musculatura que te ajuda nesta  transmissãode informação ou arte, precisa ser cuidada.

Nossa, é tanta coisa linda que esta profissão pode entregar para o outro! Eu adoro!

Cuidamos também da fala e da fluência da fala. Portanto, amados, não se deixem enganar, quem cuida da gagueira (visto que é um problema na fluência da fala) é o fonoaudiólogo. Cuidado com informações de mídia, nem sempre o que está ali é 100% verdade. Pesquise sempre sobre os profissionais que são habilitados para exercer tal trabalho. Há uma facilidade de busca de informação hoje em dia, e isto pode favorecer nossa sociedade em diversas questões, mas também pode prejudicá-la muito, por isto a ideia desta coluna, dar dicas seguras para que possamos divulgar de maneira simples e prática o que a fonoaudiologia pode realizar de maravilhoso e poderoso na sua vida.

Além disto, é objeto de atuação da fonoaudiologia a reabilitação da disfunção temporomandibular. O fonoaudiólogo detecta qual é o comportamento funcional que está atrapalhando a estabilidade do conjunto e, através de treino funcional, o paciente modifica as funções inadequadas, produzindo alívio e auxiliando a retirada dos maus hábitos. Este trabalho deve ser realizado associado ao tratamento odontológico. Outro trabalho que é realizado associado com o cirurgião dentista é a correção das funções orofaciais para a retirada do aparelho ortodôntico.

Você sabia que, em alguns casos, se você não modifica a função da musculatura, ao retirar o seu aparelho os seus dentes vão retornar para a posição anterior?

Existem diversas possibilidades de atendimento da fonoaudiologia, como por exemplo, a reabilitação da audição e do equilíbrio, e a execução dos exames que detectam os problemas nesta área e os programas de conservação auditiva que deveriam estar presentes em todas as empresas que exponham seus funcionários a ruído intenso, saúde coletiva, neurofuncional, aprendizagem, empresarial, gerontologia… Incrível não é?

Bom, não dá para eu colocar tudo que gostaria aqui, porque senão este artigo ficaria ainda mais longo. Mas se tiver curiosidade nestes temas que eu apresentei, bem como em diversos outros relacionados a “Fonoaudiologia e você”, na prática e com dicas incríveis, fique atento aqui no jornal toda segunda sexta do mês.

Ah, você deve estar se perguntando, e você Kátia, trabalha especificamente com qual área?

Eu aperfeiçoo a comunicação de quem trabalha com expressão e também ajudo a terem mais impacto pessoal através da sua comunicação, ajustando o que é necessário para tal. Além disto, cuido da qualidade de vida e “saúde emocional” das mulheres ajustando sua linguagem e cognição e melhorando a forma que ela se comunica no mundo! Amooooo!

Me conta aí nos comentários suas dúvidas ou sugestões e até nossa próxima coluna, onde vou falar sobre tomada de decisões e atitude (linguagem rs), visto que será logo no início de 2018 e darei dicas práticas para o novo ano. Até lá!


publicarjornal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *