IAPP – 1

Conheça os benefícios da Fisioterapia Gestacional

Por Ana Gil

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

 A gestação é um momento muito bonito na vida de uma mulher e requer cuidados especiais. Dentre esses cuidados está a fisioterapia gestacional, série de técnicas que envolvem prevenção e tratamento de dores e desconfortos que podem surgir durante esse período, cuidados e orientações das diferentes fases da gestação e puerpério e cuidados com o bebê nos primeiros meses de vida.

A Fisioterapia Gestacional possibilita às futuras mamães bem-estar físico e mental, contribuindo para o controle do peso, correção da postura e aumento ou manutenção da resistência muscular, força e flexibilidade. Para a maioria das gestantes, é recomendado, juntamente com autorização médica, aulas de Pilates e exercícios funcionais, excelentes também para a recuperação no pós-parto.

Além dos benefícios já citados, a gestante dorme melhor, porque os exercícios reduzem o desconforto provocado pelo aumento do peso e preparam melhor o seu corpo para o estresse do dia-a-dia, previne dores musculares e articulares e incontinência urinária decorrente, tanto no período pré-natal como no pós-parto.

A boa forma obtida durante o programa permitirá maior facilidade no momento do parto, e, seguramente, uma recuperação pós-parto bastante rápida, sem contar com os efeitos estéticos.

Para esse tipo de acompanhamento faz-se necessário uma avaliação prévia detalhada e reavaliações periódicas, e no decorrer da gestação, exercícios de fortalecimento e alongamento muscular, técnicas de respiração, massagens relaxantes, orientações para a hora do parto e cuidado com o corpo e o dia-a-dia da gestante, como cuidar dos seios, posições para dormir… e quando necessário, drenagem linfática e tratamento das dores e afecções instaladas.

Após o nascimento do bebê, o corpo da nova mãe começa o seu período de recuperação e sua volta ao normal. Logo a fisioterapia continua, com as devidas orientações para amamentação e posicionamentos, tratamento de dores, além dos exercícios de Pilates e Funcional.

Enfim, o papel da fisioterapia é ajudar a mulher a ajustar-se às mudanças físicas do começo ao fim da gravidez e puerpério de modo que o estresse possa ser minimizado.

Ana Gil

  • Colunista no jornal Folha do Rio de Janeiro
  • Graduada em Fisioterapia (IBMR)
  • Pós-graduada em Anatomia Humana e Biomecânica (UCB)
  • Especialista em Reeducação Postural Global – RPG (Instituto Philipe Souchard)
  • Mestre em Educação Física (EEFD/UFRJ)
  • Autora do livro Core & Training: Pilates, Plataforma Vibratória e Treinamento Funcional (Editora Ícone)
  • Proprietária do Espaço Ana Gil: clínica de fisioterapia, estética e Pilates na Barra da Tijuca
  • Docente de cursos de pós-graduação Lato sensu da UFRJ, UCB, UCP, UNIRN
  • Professora de cursos de capacitação e palestras de grandes eventos e instituições em todo o Brasil.
  • Site: espacoanagil.com.br
  • E-mail: ana@espacoanagil.com.br
  • Fanpage e Instagran: /espacoanagil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *