Cinemark – 2

Seguidor, expectador ou influenciador?

Por Simoní Rodrigues

Foto: Erico Rocha

Foto: Erico Rocha

Que foto incrível, mas, quantos likes tive nessa foto? Quantas pessoas gostaram? E quantas pessoas me seguem? Tive muitos acessos? Tive muitos views?

Como assim? Tem diferença?

Tem sim, muita diferença! Por exemplo, Jesus.

Ele movimentava multidões, que acompanhava tudo o que ele fazia, muitos queriam ganhar algo dele, outros gostavam de ver somente, de comentar, de saber o que ele estava fazendo por curiosidade. Porém, algumas pessoas o seguiam de verdade. Mas quantas eram? Quantos eram seus seguidores reais? Quantos se submetiam aos ensinamentos dele?

Somente 12. Sim, 12 pessoas seguiam ele de verdade, e acreditavam naquilo que ele falava, naquilo que ele ensinava. Será que porque na época a internet não existia? Já pensou Jesus com um canal no youtube, ou com um instagram?

Assim é a realidade atual que vivemos. Preste atenção, quem te segue e quem só quer ser seu expectador.

Aí você vai me dizer:

– Mas Simoní, eu nem trabalho com redes sociais, eu não me importo com quem me segue e quem é meu expectador!

Tudo bem, mas com certeza, de alguma forma, você se encaixa e cai no mundo digital, seja na vida social ou na vida profissional. Por maior que seja a vontade de ficar off-line, nós acabamos ficando on-line, não tem jeito. Vivemos a era digital. Se você não quer ser um influenciador digital, você pode ser um influenciador da sua rua, do seu bairro e, uma hora ou outra, alguém irá publicar o que você está fazendo e aí você verá quem são seus seguidores e quem são seus expectadores.

Você tem filho? Ele tem um tablet? Sabia que ele pode ser um seguidor, expectador e até mesmo um influenciador?

Mas é ruim ter mais expectadores que seguidores?

Não é ruim, é muito bom ter os dois. O legal é você sempre tomar cuidado com o conteúdo que você publica, fala ou repassa.

Se pessoas te seguem é sinal que você está influenciando um público, com isso as pessoas que você não influencia, gostam de saber o que você faz, tem um apreço por você, então se tornam expectadores. Com certeza, esses expectadores, em um dado momento, serão seus seguidores.

Seja uma pessoa de verdade, conte suas dores, suas alegrias, todos temos momentos ruins, ninguém é perfeito! Se você for de verdade, irá influenciar pessoas a serem melhores. O mundo precisa disso, as marcas, empresas precisam também. Estamos caminhando para um universo com menos coisas fakes e mais coisas verdadeiras!

Você hoje influencia até sem ter rede social, pense nisso!

Um beijo e até o próximo texto! Vamos viver sonhos reais!

Simoní Rodrigues | Agência Voa Balão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *