Hinode – 1

Nasce primeiro ‘baby sugar’ brasileiro

Por Edelino Bobadilha

Casar, ter filhos, constituir uma família. Apesar de parecer retrogradado para alguns, ainda é um sonho de consumo para muitos, que procuram e almejam uma relação nos moldes convencionais. Mas é possível a tão esperada família em um relacionamento sugar? A resposta é sim. Claro que sim. De acordo com a Matchmaker Jennifer Lobo, CEO do Meu Patrocínio e autora do livro Como Conseguir um Homem Rico, os anseios de um sugar são os mesmos de qualquer outra pessoa. “O que difere é que nesse formato de união, os interesses e objetivos ficam bem definidos, ou seja, o que se espera dos parceiros”, pontua.

JenniferLobo_0069LOW

Prova de que esse tipo de envolvimento amoroso pode dar muito certo é a história do sugar daddy Jairo. Ele conheceu a sua baby no primeiro portal de relacionamentos sugar do Brasil, Meu Patrocínio, em que começaram a conversar e perceberem que tinham muitas afinidades. Dessa relação, que já dura quase dois anos, nasceu a Catherine, atualmente com cerca de dois meses. “Eu e a minha baby nos damos super bem, nos divertimos muito juntos. Somos um casal feliz; ela é minha alma gêmea e a Catherine veio para coroar o nosso amor”, derrete-se Jairo.

Foto: Guilherme Testa

Foto: Guilherme Testa

Os planos do casal, no entanto, não param por aí. Jairo afirmou que há interesse em oficializar a união. “Já moramos juntos, mas pretendemos casar no religioso. Porém, vamos esperar a bebê crescer, pois a queremos como daminha do nosso casamento”, conta.

Para Jennifer Lobo, histórias como essa só reforçam que é possível aliar o amor à estabilidade financeira. “Você não precisa escolher entre amor e dinheiro. Você pode ter tudo! Ficamos muito felizes com relatos como o do Jairo, é sinal de que atingimos o nosso objetivo: unir pessoas com os mesmos interesses”, salienta.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *