Chelle Oliveira 1

Reputação é tudo: tenha estratégias para defendê-la

Por Alex Ribeiro

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

A nossa aparência, os gestos, as palavras e atos são o que nos expõe à sociedade. Somos julgados o tempo todo, não tenham dúvidas! E é por isso que, mesmo que não esquentemos muito com o que os outros falem sobre nós, é preciso estar atendo à nossa reputação.

Uma reputação forte é premissa de sucesso, e vejam que eu não disse nada sobre esta reputação ser positiva, negativa, agressiva, leve, etc… Reputação forte tem relação com um perfil consistente com aquilo que realmente somos! Desde uma blogueira gritalhona até uma youtuber fofa, se estes perfis forem verdadeiros, alguns seguidores irão se identificar com elas facilmente. Isso porque, além dos seguidores terem opiniões parecidas com as dessas pessoas, eles irão transparecer sinceridade, gerando grande empatia. Isso vale para todos nós no dia a dia. Forçar para a sociedade um perfil falso poderá gerar grandes prejuízos para a nossa imagem.

Em contrapartida, quando conseguimos ter (e demonstrar) uma reputação estável e consistente seremos admirados, e até protegidos por esta reputação. Explico. Errar é humano, e uma das poucas certezas na vida é que, mais dia menos dia, erraremos. Mas se tivermos uma boa reputação estes erros serão considerados menores, e por vezes até desconsiderados porque as pessoas já “nos conhecem” e admiram. Por isso é tão importante buscar por construir uma reputação consistente.

Mas aqui fica um aviso muito sério: se você for atacado, leve isso muito a sério e entre em ação IMEDIATAMENTE! Tradicionalmente, quem faz a calunia se queima muito, mas infelizmente, sempre afeta negativamente a quem foi caluniado. Então pense, defina uma estratégia inteligente rapidamente e “seja “implacável na resposta”, mas com uma pequena dica especial para que sua resposta fique nota 10: faça isso de uma forma que a resposta não tenha cara de defesa! Pois é, achou confuso e difícil? É isso mesmo. Devolver na mesma moeda significa “não estar no controle”, significa ir na onda de quem te caluniou e fazer exatamente o que este “inimigo” quer que você faça!

Então, e agora, como faço? Algumas boas técnicas para se defender “adequadamente” podem ser: Aceitar com muito humor a calúnia, e até entrar na onda zoando a si mesmo, o que é uma boa opção quando a calúnia é muito absurda e engraçada; Outra opção é simplesmente menosprezar a calúnia, o que é ótimo quando ela vem de alguém com pouca relevância, pouca credibilidade ou poucos seguidores, afinal de contas, para que perder tempo se rebaixando? E a última técnica, a mais séria e perigosa de todas, porém a mais poderosa, é ridicularizar a calúnia (e seu dono). Neste caso, é preciso pensar muito bem, montar uma resposta sarcástica e ácida, porém, com toques generosos de inteligência, porque neste caso você tem apenas uma certeza: está indo para um embate com consequências difíceis de prever! Como perceberam, esta última técnica é a menos recomendada!

A nossa reputação é a BASE de nossa autoridade na sociedade, e é por isso que é tão importante levá-la realmente a sério. Apenas com a nossa reputação é possível vencer, vender, conquistar, realizar, etc… Torne a sua reputação “forte”, e estará a poucos passos do sucesso que tanto deseja.

Mais um tema forte: “Reputação”. E assim seguimos evoluindo com a nossa série sobre estratégia pessoal aqui na coluna “Estratégia para Resultados”, da Folha do Rio de Janeiro. E se preparem, porque o nosso próximo tema será imperdível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *