Salto Fino 1

Mãe: A primeira Coach e o amor incondicional

Por Katia Nascimento

Mãe e eu em Copacabana

Antes mesmo de ser Coach eu já tinha uma Coach (olha que chique) e nem sabia o que aquilo significava. Minha mãe… Esta foi minha Coach durante estes meus 43 anos e me ensina todo dia o poder da coragem, o poder do foco, o poder do amor, o poder do hábito, e todos estes poderes que a gente hoje tem em livros… Eu aprendi pelo exemplo.

Sempre incansável e dedicada. Às vezes chata sabe? Mas aquela chatice que a gente sabe que é para o nosso bem, que nos faz crescer e sermos pessoas melhores. Eu tenho tanto a agradecer que palavras não são o bastante.

Quando me tornei mãe, pude perceber o tamanho deste amor que é inconcebível até que você o sinta. Gente e que tamanho é este amor. Não dá para mensurar… Impossível.

Algumas lições que aprendi com minha Coach Mãe e que trago até hoje impregnado na minha alma.

 

  • Você apanha pela mentira, mas não apanha pela verdade, então seja sempre verdadeira;
  • O amor conserta tudo, cuide dele;
  • Trabalho com amor, cuidado e criatividade te dá ótimos resultados e fila de espera, e quando você para de fazer o que faz, as pessoas ficam órfãos dos seus produtos e serviços;
  • A casa não é o mais importante e sim as relações que nutrimos dentro dela;
  • Sempre ajudar alguém que precise;
  • Nunca faça o básico na vida, seja sempre extraordinário e surpreenda as pessoas (no caso dela, isto se aplica também aos almoços… esperamos uma sobremesa hahahahaha e ela faz 50 mil);
  • Que conseguimos sempre ter ainda mais amor guardado para distribuir (percebi a extensão deste amor dela quando minha filha nasceu, e segue este amor até hoje);
  • Que o que quebra a gente conserta e não joga fora no primeiro estalar (falando agora de relações, tanto que é casada com o meu pai há 44 anos);
  • Que responsabilidade deve ser sempre a base de tudo;
  • Que a imagem deve estar sempre impecável e que bom gosto é importante na vida;
  • Comer bem hahahahaha;
  • Que chorar lava a alma e faz a gente ficar mais leve e tá tudo bem;
  • Que acreditar em algo maior é sempre importante para nos dar sustentação na vida;
  • Que eu posso ser o que eu quiser, desde que trabalhe e lute para conquistar;
  • A não ter preguiça para o trabalho (não estou falando de trabalho de casa aqui, ok? hahahaha);
  • A não desistir e ter coragem sempre;
  • A ter fé na vida e nas pessoas;
  • Que dinheiro não é tudo, mas que o conhecimento adquirido sim;
  • Que sempre terei para onde voltar caso eu necessite;
  • E que o amor supera tudo.

 

Bom, tive outras lições, é claro, mas estas moldaram minha vida e meus valores primordiais que são: Amor, Família, Liberdade, Conhecimento, Contribuição. E estes estão muito claros no meu trabalho e na minha vida. É na minha família que eu busco a força para não desistir, mesmo quando eu penso que o meu caminho não está mais desenhado ao lado deles, mas sempre leva para a mesma direção. E eu vivo hoje apenas para fazer o meu negócio de forma sustentável para enfim poder mudar a vida das pessoas da forma que eu acredito e conseguir ver nos olhos dos meus pais, e no caso aqui hoje, da minha mãe o orgulho de terem feito a coisa certa e eu ter me transformado em uma MULHER DE VALOR.

Obrigada por tudo Mãe!

Feliz Dia das Mães para a minha mãe, para mim e todas as mães que lerem este texto, hoje no dia comercial das mães ou em qualquer outro dia das mães.

Recebam meu amor.

 

Kátia Nascimento

Coach de Alta Performance e Fonoaudióloga

Me sigam nas redes sociais @katianascimentocoach

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *