Hinode – 1

A sua comunicação pode destruir você

Por Katia Nascimento

 

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Todo mundo quer mudança, mas nem todo mundo quer mudar. Eu falo sempre isto, seja com os meus clientes, seja com meus amigos. E esta máxima vale para várias outras coisas na vida. Como por exemplo, na comunicação.

Acredito que mais de 90% dos problemas que ocorrem na vida das pessoas sejam eles de caráter pessoal ou profissional tem a ver com a comunicação. As pessoas escutam apenas até a metade e deixam a emoção ler o resto e a interpretação SEMPRE é falha. Porque se você já parou de ler ou escutar na metade do caminho, como pode fazer uma interpretação total apenas com a metade da informação.

Neste tempo de informações rápidas e redes sociais, é importante que nos cuidemos das informações que chegam até a gente… tanto em questão de quantidade como na qualidade. E qualidade quer dizer que você precisa entender a informação passada para que possa de fato dar uma resposta condizente ao que foi realmente passado. Não cuidar disto, gera uma confusão mental que pode ocasionar inimizades, quebra de sociedades, separações de cunho amoroso, infelicidade familiar e tantas outras questões que fica impossível descrever.

Todos devem tomar mais cuidado com sua comunicação e principalmente com o significado das palavras. Então, sempre cuide de interpretar o que foi da maneira que foi dito.

Quando comecei a estudar a comunicação não violenta, eu percebi que ela busca a pacificação de uma guerra cotidiana, já que nos habituamos a expressar o que queremos de forma impositiva e desatenta.

É muito comum as pessoas expressarem certo tédio, tristeza, raiva ou frieza no dia-a-dia, sem notar que cultivam uma nociva desconexão e lentamente passam a não ver sentido em suas conversas, encontros e eventos sociais. Fica tudo tão jogado e sem propósito. Ai eu te pergunto, qual e o sentido da sua comunicação? O que você quer e está comunicando? Você fica presente quando está se comunicando? Presente e diferente de estar ali. Presente, significa presença, inteireza.

Eu sempre espero consideração, empatia e compaixão quando alguém conversa comigo, pois é o que eu entrego a ela. O máximo de mim, nunca estou em nada pela metade, sempre inteira. Presença e inteireza para mim são valores fundamentais, mesmo que seja para discordar de algo significativo.

A organização mundial de Comunicação Não-Violenta(CNV) nos diz que ela:

“…é baseada nos princípios da não-violência – o estado natural de compaixão quando a não-violência está presente no coração.
CNV começa por assumir que somos todos compassivos por natureza e que estratégias violentas – se verbais ou físicas – são aprendidas, ensinadas e apoiadas pela cultura dominante.

CNV também assume que todos compartilham o mesmo, necessidades humanas básicas, e que cada uma de nossas ações são uma estratégia para atender a uma ou mais dessas necessidades.”

Eu estudo CNV há algum tempo e já trabalho indiretamente com ela nos meus processos de coaching, mas de um tempo para cá estou notando a necessidade de talvez colocar esta como carro chefe do meu trabalho, visto que percebo ser uma necessidade vital da sociedade que estamos inseridos. A falta de respeito, cuidado e empatia ao se comunicar vai destruir tanta coisa que fica difícil tangibilizar.

Percebo que muitos dos problemas que atravessamos nos relacionamentos pessoais e profissionais poderiam ser resolvidos se tivéssemos a habilidade de criar uma comunicação cheia de empatia e compaixão, fundamentada na ideia de uma vida mais rica e harmoniosa com os outros.

Será um sonho? Talvez seja uma causa a abraçar. O que você me diz disto? Escreve para mim contado, vou amar saber.

Katia Nascimento. Coach de alta performance e fonoaudióloga. Especialista em mudança dos padrões cognitivos (linguagem) e Comunicação. Estudiosa e apaixonada por Neurociência do Comportamento desde 2006. Ajuda pessoas a saírem de sua zona de conforto, melhorarem sua comunicação e produtividade através de uma tomada de decisão mais assertiva e resoluções de problemas de forma mais eficaz.

Redes sociais: @katianascimentocoach | Contato: katianascimento@folharj.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *