IAPP – 1

Liderança: os desafios do cargo

Por Luciano Mello

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ao iniciarmos a carreira profissional, o grande objetivo é atingir um cargo como gestor ou líder em alguma empresa. A cada dia, vejo mais e mais pessoas nesta busca do tão almejado destaque ou reconhecimento na carreira. Mas o que vem atrelado com este reconhecimento? Por que esta pessoa foi escolhida para ser líder? Quais desafios ele terá nessa nova jornada de sua vida? São tantas perguntas e muitas vezes não temos respostas para elas…

Quando pensamos nas responsabilidades atreladas ao cargo de líder, o raciocínio é rápido, líder comanda sua equipe e todos obedecem. O pensamento é fácil, mas as ações são difíceis.

Os modelos de liderança que sempre percebemos nos livros acadêmicos são: autocrático, democrático e liberal. O líder autocrático tem perfil centralizador, não permitindo que sua equipe interfira em suas decisões. Já o líder democrático gosta de encorajar as pessoas a participar nas decisões, assim como a interação entre elas. O terceiro modelo de liderança, a liberal, é caracterizado por ser mais permissiva com equipe, tanto na tomada de decisões quanto na relação entre o grupo, sendo que neste modelo o líder tende a ser muito evasivo.

No entanto, diante das constantes mudanças do meio empresarial, foi necessária a adaptação do gestor, para que ele se adequasse aos novos modelos empresariais e, principalmente, reaprendesse a lidar com as pessoas. O novo perfil de colaboradores que as empresas têm contratado é questionador, impulsivo e informado, não acatando apenas ordens, eles querem saber o motivo de realizar tal tarefa, quais os riscos envolvidos no processo.

Outro modelo observado é a liderança situacional, na qual o líder é um personagem mutável. Ele precisa adaptar-se constantemente as variações do dia a dia. Assim temos percebido que não existe um modelo padronizado de gestão ou liderança, mas líderes que se adequam aos diversos momentos e ocasiões. Em diversas situações foi possível perceber que o modelo de liderança e comunicação utilizados pelo líder influenciam no resultado do processo executado, já que o líder é o responsável pela condução das atividades. Ele precisa alinhar a expectativa da empresa com o fluxo de tarefas a ser realizado. Então voltamos ao tópico principal deste assunto, os desafios do líder…

O momento da escolha de um profissional para gerenciar uma equipe ou um projeto é muito importante para qualquer organização, pois ela precisa buscar um profissional de sua extrema confiança, que irá defender seus objetivos, metas, ideias e principalmente, saberá influenciar sua equipe. Esta talvez seja a função mais difícil, como fazer as pessoas pensarem como e de acordo com a empresa.

O profissional escolhido precisa ter em mente que ele foi escolhido para ser um disseminador das ideias das organizações, e ele precisa acreditar e defender os ideais que a organização estabelece. As empresas não escolhem o líder por suas características físicas, mas sim por seu potencial, que deve ser “gerar resultados”. Resultados que satisfaçam às expectativas da empresa, que tragam retorno financeiro e produtivo, além de manter um bom relacionamento com sua equipe e todos os membros da empresa.

Luciano Mello é Administrador, Coach, Professor e Consultor nas áreas Gestão Empresarial e Recursos Humanos.

Redes sociais: Luciano_lcmcoach / lucianomello@folharj.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *