Cinemark – 2

Dicas que valem compartilhar na hora da transição de carreira

Por Robson Profeta

carreira

A transição de carreira é um momento ímpar em nossas vidas. Muitas das vezes, surge com a simples pergunta: “Sou feliz com o que faço?”. Em outras ocasiões, ocorre de forma brusca, como por exemplo, através de uma demissão inesperada.

Fato é que não existe uma fórmula exata que explique como transitar de uma carreira para outra, mas existem sim, algumas dicas pragmáticas acerca dos passos necessários para fazer isto acontecer da forma planejada.

A seguir, 4 dicas importantes:

Reconheça sua zona de conforto

O ser humano é preguiçoso, ponto! Nosso cérebro foi desenvolvido lá atrás, na época das cavernas. Foi programado para suprir necessidades básicas e nos proteger de possíveis predadores. Esta sensação de preguiça não é pecado. De certa forma é nossa fisiologia falando mais alto. Se você está em sua casa descansando no sofá, com a geladeira abastecida e sem risco de possíveis predadores, dificilmente pensará em pisar em um terreno desconhecido. Para que mexer em time que “está ganhando”?

Nosso cérebro é tão preguiçoso que os hábitos adquiridos servem para poupá-lo de trabalho adicional, ou seja, é uma ação repetitiva que facilita nossas vidas (sentar no mesmo canto do sofá, dirigir automaticamente para o trabalho, usar sempre o mesmo cômodo da casa para alguma atividade específica, começar tomando banho pelos pés ou pela cabeça, etc.). Isto também ocorre no trabalho, pois se você tem seu salário garantido, confiança conquistada, certeza da compra do seu alimento, da manutenção da sua moradia e da proteção contra os predadores da vida, para que procurar algo desconhecido?

A primeira etapa para a transição de carreira é tomar consciência desta zona de conforto e se preparar para a mudança que virá.

Descubra qual seu verdadeiro propósito de vida

O que você quer ser quando crescer? No que trabalharia de graça se não precisasse de dinheiro? Tentar transitar de carreira apenas para escapar do emprego, da empresa ou do chefe atual, pode significar levar o problema à tira colo, mesmo que em outro ambiente e com outras pessoas. Comprar uma franquia de café e ser dono do seu próprio negócio não necessariamente é a solução dos seus problemas, exceto é lógico, se a franquia estiver alinhada com o que realmente busca. Descubra quais são seus talentos e habilidades e pense em uma carreira que não corrompa seus valores pessoais. Deve ser alguma coisa que faça sem perceber o tempo passar.

A vontade de transitar de carreira é uma forma interessante com a qual nosso corpo e mente nos alerta de que não estamos andando na direção do nosso real propósito de vida, nossos talentos, habilidades e valores pessoais.

Existem profissionais especializados que podem lhe auxiliar neste trabalho. Se não souber por onde começar, peça ajuda pois esta é uma etapa valiosa na busca pelo autoconhecimento.

Se prepare para a mudança

Percebeu que está na zona de conforto e quer sair? Descobriu qual seu verdadeiro propósito de vida? Ótimo, está indo no caminho certo.

Agora chegou a hora de avaliar como vai se preparar para sua nova carreira. Precisará conversar com pessoas da área, assistir palestras, ler, voltar a estudar, estar envolvido neste novo meio, pois, afinal de contas, tirando a chuva, trovão e granizo, nada mais cai do céu, inclusive sua nova carreira.

Hora de agir

Você é o condutor da sua vida. Não dê aos outros o leme do seu navio, porque, se fizer isto, estará aceitando ser o coadjuvante no filme de outra pessoa. Não atribua a responsabilidade de sua vida a terceiros (família, amigos, chefe ou governo).

Chegou a hora de agir! Coloque em prática a dica anterior. Não se assuste em agir, afinal, na dica anterior é você mesmo quem vai definir quando vai iniciar o processo, respeitando inclusive seu próprio tempo.

Não se esqueça: “Não é comum obtermos resultados diferentes se continuamos agindo da mesma forma”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *