Hinode – 1

O que uma amiga fiel me ensinou sobre negócios

Por Katia Nascimento

 

10885408_977506538944320_9162523322748535256_n

Esta semana comemorou-se o dia do amigo e fiquei pensando em como eu poderia homenagear tal dia, sem ser clichê, visto que para mim todo dia é dia de quem me ama, me respeita e me ensina algo de bom.

Assim pensando, eu não tive dúvidas em qual amiga que representaria tamanha responsabilidade. Escolhi a Maria Isabel, ou Bel, ou Belzinha para os mais íntimos. E se você está perguntando se eu não tenho amigos humanos? Tenho sim! Lindos e preciosos amigos. Mas queria dividir algo que marcou minha alma e meu coração com vocês.

Para contextualizar preciso contar a parte chata da história: A Belzinha é uma cadelinha linda, muito amada e querida e infelizmente teve “Cinomose” em 2013. “Cinomose” é uma doença virótica que acomete cães e normalmente é fatal. Não só porque mata mesmo, mas porque a maioria dos veterinários sugere a eutanásia e não foi diferente com a Belzinha. Dois médicos sugeriram e uma querida comprou a briga pela vida comigo. E o que isto tem a ver com meus negócios? TUDO! Porque vou citar alguns aprendizados que tive com esta história que felizmente teve o final feliz.

Ela chegou a ficar tetraplégica e foi difícil por alguns momentos acreditar que ela iria sobreviver, mas cada vez que ela olhava dentro dos meus olhos eu sentia que ela estava lá e era o que ela queria. VIVER.

Comecei a buscar sem parar artigos que pudessem me ajudar a entender a doença e se existia alguma chance, já que ela tinha sido desenganada por dois médicos. Descobri um tratamento com uma droga experimental para animais e encontrei uma médica veterinária que comprou o desafio comigo e também um amigo infectologista “de humanos” que me auxiliou nas pesquisas e me dizia como a medicação agia e assim ficava mais fácil imaginar o que poderia acontecer com a Belzinha. Além destes dois anjos, eu a Pâmela (minha filha) tivemos apoio de vários amigos. Os obstáculos foram diversos e foi uma longa luta cheia de altos e baixos, mas vencemos. Em janeiro de 2014 ela começou a dar os primeiros passinhos novamente e hoje é a mesma levada e sapeca de antes da doença.

Aprendizados para a Vida e para os negócios: 

  • Saiba detectar tendências: Não espere o desespero para olhar todas as possibilidades (Precisamos estar mais antenados ao mundo e ao que acontece. Tem muita “coisa” por ser descoberta e aplicada nos nossos negócios e muitas vezes só precisamos dar um pouquinho mais de atenção);
  • Colabore sempre com novas possibilidades e acompanhe o desenvolvimento tecnológico (Tem muita gente boa no Brasil criando coisas incríveis, se abra a estas novas possibilidades);
  • Desenvolva a Inteligência Emocional (Se conhecer e se desenvolver é a melhor maneira de alavancar o seu negócio, muitas ações intempestivas acontecem simplesmente por falta de autoconhecimento, ou uma autoestima empresarial baixa);
  • Siga a sua intuição (Nós sempre sabemos o que é melhor para nós. O problema é que geralmente escutamos os outros e não escutamos a nós mesmos);
  • Encontre parceiros motivados (Acredite nas pessoas e no que elas fazem, tem muita gente competente por aí que gostaria de te ajudar ou colaborar com você);
  • Não desista no primeiro obstáculo (A vida do empreendedor é cheia de altos e baixos, e às vezes fica muito difícil, muito mesmo. Mas se você persistir der um passo adiante acreditando que é capaz, pode apostar que a vitória é certa);
  • Olhe no olho do seu cliente e veja o que ele quer dizer (Os olhos são o retrato da alma, não é verdade? Pois bem, escute o seu cliente, olhe nos olhos, entenda o que você pode fazer realmente para ele. Você terá respostas incríveis);
  • Lute pelo o que você acredita (Se você acredita, você pode! Então se joga e tudo vai acontecer no tempo certo);
  • Escute quem está com a mesma sinergia que você (Não dê ouvidos em quem fica te jogando para baixo o tempo todo, escute quem quer o seu sucesso, quem acredita que você pode);
  • Enfrente os obstáculos com garra e otimismo (A vida não é fácil para ninguém, todo mundo tem as suas dores, as suas lutas e o que determina o vencedor e o perdedor é como você encara os obstáculos. Se cair, levante! Continue a jornada acreditando que você vai ser bem sucedido) ;

Comemore a vida e não perca as oportunidades!

Até semana que vem!!!  

Me encontre também nas redes sociais https://www.facebook.com/neurotudo/

 

Folha01

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *