Hinode – 1

Pezão diz que Baía de Guanabara terá condições de receber competições

Por Edir Lima

10845944_771977772873945_8657141299962566109_n

 

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, rebateu nessa quinta-feira (28) as acusações do ex-presidente da Federação Internacional de Vela (ISAF, da sigla em inglês), Peter Sowrey, de que perdeu o cargo depois de insistir que as águas da Baía de Guanabara estão poluídas. Sowrey disse que saiu depois de sugerir a mudança do local das provas de vela dos Jogos Olímpicos para Búzios, na Região dos Lagos fluminense.

Ao participar do seminário Os Jogos Olímpicos e a Transformação do Rio de Janeiro, realizado no Museu do Amanhã, na região portuária, Pezão disse que não há qualquer possibilidade de mudança e disse acreditar na qualidade das águas em que as competições serão disputadas.

“Não sou eu quem escolho o local das competições, mas eu acho que isso está totalmente descartado. A Baía [de Guanabara] vai ter condições [de receber a competição]”, garantiu o governador.

O prefeito da cidade, Eduardo Paes, que também participou do evento, lembrou que, por mais que os olhos do mundo estejam voltados para a cidade, a qualidade da água da Baía não é um “assunto olímpico”.

“Por mais que tudo que aconteça em nossa cidade esse ano seja de interesse mundial, que os nossos problemas sejam problemas do mundo também, as águas da Baía de Guanabara são termos metropolitanos, e não olímpicos. A gente que tem que tratar disso, olhar pra essa questão, mas sempre tendo a confiança de que ela estará totalmente apta a receber as provas, e está”, disse Paes.

As discussões em torno da qualidade da água do local que vai receber as competições de vela nas Olimpíadas se estendem desde julho de 2015, quando a agência americana de notícias, Associated Press, divulgou testes de qualidade da água indicavando que os atletas corriam o risco de se contaminarem no local. Na época, o governador também rechaçou essa possibilidade e disse confiar nos órgãos brasileiros, que garantiam a qualidade das águas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *