Cinemark – 2

Hora da decisão

Por Pedro Bedran

medalha4Última etapa do Mundial de Surfe vai começar no Havaí. Brasileiros brigam pelo título.

O Surfe sempre foi um esporte muito praticado no Brasil. Também, não é para menos. Com um gigantesco litoral, desde meninos, muitos pegam uma prancha e tentam encarar as ondas. Alguns desses meninos seguiram por esse caminho e hoje estão na elite de um esporte que se torna cada vez mais difundido na mídia.

Nessa semana, terá início a décima primeira e última etapa da WSL, a Liga Mundial de Surfe. E o Brasil, atual campeão mundial com Gabriel Medina, pode mais uma vez estar no topo. Três brasileiros estão na briga pelo caneco. São eles: Filipe Toledo, Adriano de Souza, o Mineirinho, e Gabriel Medina, que busca seu segundo título.

Mas o Brazilian Storm (como ficaram conhecidos os brasileiros que disputam a WSL) terá pela frente um adversário muito forte, líder do ranking e favorito ao título, o australiano Mick Fanning, tricampeão mundial. Fanning, Filipinho e Mineirinho só dependem de si próprios para serem campeões. Basta que vençam a etapa. Já Gabriel Medina precisa, além de vencer, torcer por uma combinação de resultados.

O início da etapa em Pipeline já era para ter começado. Mas, como é muito comum no Surfe, por conta do mar baixo, com poucas ondas, que no linguajar do esporte é conhecido como lay day, ainda não foi possível. Ficaremos na torcida por mais uma conquista do Brasil, para que mais meninos e meninas se inspirem nesses atletas e não busquem apenas a bola, mas também a prancha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *