Conquista Editora – Topo

Victor Frankenstein

Por Daniel Romano

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Victor Frankenstein (James McAvoy) é um estudante de anatomia com ideias bem ousadas. O cara percebe que as suas teorias podem ganhar uma grande ajuda na prática quando conhece o personagem corcunda de Daniel Radcliffe. Pra mim ainda é pouco difícil desvencilhar Radcliffe de Harry Potter, mas finalmente o ator está conseguindo dar os primeiros passos para que a gente não associe qualquer personagem que ele faça com o famoso bruxo que o carimbou.

As primeiras imagens do longa são muito interessantes. Um jogo de cena em câmera lenta com cores e figurinos de circo ficam caprichadas e prendem a atenção do público para o que está por vir. É uma mistura do sombrio com a leveza do circo, e o resultado é uma fotografia bem bonita de se ver. Victor e Igor formam uma dupla científica da melhor espécie. Os dois driblam a morte de todas as maneiras possíveis, e o “making of” dessa engenharia macabra é fantástico. Assistimos a construção do nosso monstro que sempre foi de estimação. É impecável a atuação de James McAvoy. O ator conseguiu criar um personagem totalmente original, com exageros que balançam no ponto certo entre a genialidade e a loucura. Entendemos essa surrealidade de gerar vida depois da morte quando Victor diz que pretende ver um assassinado encarando o assassino em um tribunal.

O filme transforma um monstro clássico das telonas em uma aberração (no melhor sentido), apesar de toda a demonstração de sua criação iniciada do estado “estragado” do que já foi vivo. Também preciso dizer que, quando fui ao cinema, assistir Victor Frankenstein não estava nos meus planos. Não era a minha primeira opção (nem segunda e nem terceira, confesso) dentre os que estavam em cartaz. Mas acertei sem querer na minha despretensão. A trama brinca com a morte e com a ciência de forma espetacular. Um filme muito bem produzido, que traz uma espécie de possibilidade maluca de que aquela criação pudesse ser real nos dias de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *