Ana Alarcon – Topo

Botafogo decepciona torcida e perde para o Santa Cruz

Por Edir Lima

O Botafogo perdeu a chance de sonhar com o título nesse sábado (14), caso vencesse o Santa Cruz, no Engenhão, e o Paraná empatasse ou vencesse o América-MG, em partida que começaria, às 21h, cerca de uma hora e 40 minutos mais tarde. Em vão. O time alvinegro frustrou sua torcida ao ser derrotado para a equipe pernambucana por 3 a 0.

O único consolo é a lembrança de que já está na Série A do Campeonato Brasileiro, independente de qualquer resultado daqui para frente. Agora, a expectativa pela conquista fica para a próxima rodada, na sexta-feira (20), contra o ABC, no  estádio mané Garrincha, em Brasília.

Os jogadores sairam de campo sem saber explicar a derrota e o placar elástico, mas ainda confiantes no título.

“Facilitamos muito o trabalho do adversário. Vamos levantar a cabeça para lutar pelo título no próximo jogo. Entramos com o espírito de ganhar, mas em momento algum relaxamos. Vamos atrás desse título”, avisou Neilton.

O Jogo

O Botafogo decepcionou. Foi um time sem inspiração e até certo ponto lento. O Santa Cruz, por sua vez, deu um passo importante rumo à elite. Quarto colocado, agora com 61 pontos, o clube pernambucano abriu quatro pontos de frente e pode garantir o acesso na próxima rodada. Basta uma vitória nos dois jogos que restam.

O time parnambucano entrou mais ligado e foi superior no começo do jogo. O Botafogo não se achava e tinha dificuldade para trocar passes. O saldo do primeiro tempo foi negativo para o time alvinegro. Os torcedores não gostaram da atuação do primeiro tempo e vaiaram a equipe na saída para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, logo aos 5 minutos, em contra-ataque, Luisinho chutou cruzado, Grafite, em impedimento, inteligentemente rolou para trás em vez de chutar. Lelê completou para o fundo da rede e fez 1 a 0. A arbitragem errou ao validar o lance.

Em desvantagem, o Botafogo dava espaço para os contra-ataques do rival. Em um deles, Luisinho avançou livre e rolou para Grafite, que marcou o segundo gol, aos 22 minutos.

A situação ficou pior. Bruno Moraes, que entrou no lugar de Grafite, ampliou: 3 a 0, aos 30 minutos. A tarde, que seria de festa, acabou como uma decepção para a torcida alvinegra.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 3 SANTA CRUZ

Estádio: Nilton Santos

Público e renda: 19.435 pagantes / 23.035 presentes / R$ 679.030,00

Árbitro: Heber Roberto Lopes

Gols: Lelê (Santa Cruz, aos 5′ do 2ºT), Grafite (Santa Cruz, aos 22′ do 2ºT) e Bruno Moraes (Santa Cruz, aos 30′).

Cartão amarelo: Lelê, Daniel Costa, Grafite, João Paulo e Vinícius Reche (Santa Cruz) e Thiago Carleto (Botafogo)

Cartão vermelho: –

BOTAFOGO: Helton Leite; Luis Ricardo, Roger Carvalho, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Camacho (Fernandes, no intervalo) e Diego Jardel (Elvis, aos 8′ do 2ºT); Neilton e Navarro (Ronaldo, aos 28′ do 2ºT); Técnico: Ricardo Gomes.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vitor, Alemão, Danny Morais e Allan; Wellington, João Paulo, Lelê (Bileu, aos 17′ do 2ºT) e Daniel Costa (Vinícius Reche, aos 34′ do 2ºT) e Luisinho; Grafite (Bruno Moraes, aos 28′ do 2ºT); Técnico: Marcelo Martelotte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *