Copemac-970×90

Como ser grato pode transformar sua vida

Por Camilly Gabry

Reprodução Internet Folha RJ

Foto: Reprodução / Internet

Vivemos pensando em nosso futuro, no que almejamos para nossa vida profissional, pessoal e afetiva. Criamos expectativas e criamos em nossa mente o futuro desejado, mas todo esse fluxo de pensamento e toda essa ansiedade podem nos tirar preciosos momentos de felicidade.

Sentir a calma e a tranquilidade que o um vento traz quando quando encosta no rosto, passar um tempo com seu filho ou apenas apreciar algo que ele faz, ouvir uma música que traz alegria e motivação, olhar para sua companheira e ouvir suas idéias, projetos ou até mesmo ficar em silêncio com ela, entrando em contato todo o amor que você é capaz de sentir, ficar em silêncio consigo, ler aquele livro que você tanto adia, visitar aquele amigo que nunca vai ver. Você tem entrado em contato com o verdadeiro amor que pode sentir? As tribulações em que nos colocamos para alcançar algo, que muitas vezes nem sabemos ao certo o que é, tem nos tirado o benefício de estarmos vivos agora?

Todos os dias acordamos e temos em nossas mãos a dádiva de um dia inteiro para ser feliz e para viver. Você é grato por sua vida e pelos recursos que possui para ser efetivamente feliz?

Proponho, hoje, que comecemos a agir e pensar no futuro de forma neurologicamente correta. Sugiro que você faça uma lista de tudo que você já conquistou em sua vida e de tudo que você é verdadeiramente grato. Será a sua lista da gratidão. Mas porque fazer essa lista? O que isso me trará de bom? A neurociência explica.

Quando geramos sentimentos de gratidão ativamos nosso sistema de recompensa de cérebro e esse sistema é responsável pela sensação de prazer e bem estar que sentimos. É a base neurológica da satisfação e da auto estima e sua gratidão estimula essa área.

Quando sua mente identifica que algo é bom, te traz boas sensações e merece reconhecimento ficamos gratos e há liberação de dopamina, o que aumenta a sensação de prazer.

Por isso, pessoas que sentem e demonstram gratidão exibem níveis mais elevados de emoções positivas como otimismo.

É importante ressaltar que a gratidão precisa ser construída pela mente, é preciso pensar em coisas que você já conquistou (fazer sua lista da gratidão) e que é grato. Podem ser coisas bem simples ou complexas e não importa se são afetivas ou materiais. Por fim, a gratidão também estimula o hormônio da ocitocina que reduz o medo, a ansiedade e estimula o afeto. Exercitar a gratidão diariamente pode diminuir o a angústia e os maus sentimentos.

Ao acordarmos, ocupemos nossos pensamentos com listas diárias de gratidão, a noite, antes de dormir, façamos a mesma reflexão sem deixarmos que o dia a dia estressante engula nossas relações e bons sentimentos como o de gratidão.

Afinal, pelo que você é grato?

Camilly Gabry

www.camillygabry.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *